quarta-feira, 9 de maio de 2018

ainda arde, o fogo

"O relatório da auditoria sobre o fogo apurou um facto, compete ao presidente da ANPC desencadear procedimentos internos. Quem é que tentou fazer aquilo?" 
- questiona a dirigente Nádia Piazza*, ao saber que tinham sido apagadas provas vitais para o apuramento da tragédia de Pedrógão;
- e dirigiu uma carta à ANPC e ao IGAI [o departamento responsável em matéria disciplinar], a solicitar  explicações sobre o sucedido, mas sem que até ao momento tenha obtido qualquer resposta.

_______
*  presidente da Associação das Vítimas do Incêndio de Pedrógão Grande (AVIPG);

Sem comentários:

Enviar um comentário